Google+ Followers

sábado, outubro 13, 2012

Da entrada à sobremesa

Eu fico postando fotos e fotos das minhas (e do marido) aventuras na cozinha e esqueço de colocar o passo a passo aqui. Hoje vou fazer um apanhado de algumas coisas que fizemos recentemente que bateram recorde de "curtidas".

Primeiro, couve refogada com pimenta biquinho.
Um de nossos maiores desafios é comer bem. Não só pela quantidade - a ideia aqui é não exagerar no tamanho do prato (yes, we love eat a lot!) - mas também pela qualidade. E isso significa menos frituras, menos calorias, menos sal, menos açúcar e menos um monte de coisa.

Até aí é fácil. O negócio é manter isso todos os dias, com o corre-corre da semana e a preguiça de cozinhar   na hora da fome e ainda fazer salada. E é aí que a gente aprende que dá pra fazer coisas deliciosas, saudáveis e criativas somente juntando alguns pouquíssimos ingredientes.

Veja só. Pegamos o tomate, cortamos não temos processador, mas se você tiver é a hora de usar em pedacinhos pequenos e refogamos (não é bem essa a palavra por que só usamos um fio de azeite, mas na falta de outra fica essa mesmo) no azeite numa panela antiaderente (que já facilita o preparo já que o fio de azeite é suficiente pra refogar tudo). Temperamos com uma pitada de sal e outra de pimenta do reino. Adicionamos pêssego em calda picadinho aquele que estava pra estragar na geladeira e mexemos um pouco. Depois juntamos a couve, um pouco de pimenta doce (ou biquinho - parece que o nome varia conforme a região) e uma colher de shoyo (sem glutamato monossódico e corante caramelo). Deliga. Pra finalizar, uma colher generosa de Chia (sim, por que além de não interferir no sabor do prato e ser saborosa, ela é rica em ômega 3.

Pouquinho de criatividade e muita coragem de ousar. Deu nisso. ;)

Arroz com salsicha de soja e quiabo

Aí, depois de fazer a salada multicores você percebe que tem arroz e quiabo sobrando de ontem na geladeira. Vai estragar? Não né!!
Mistura tudo e coloca duas salsichas de soja cortadas em rodelas, acerta o tempero e você já tem um prato principal delicioso.


E olha a sobremesa!
Nessa você pode se dar ao luxo de dispensar um pouco mais de tempo, já que fez o resto da refeição em 5 minutos. Esse bolo é de milho sem amendoim, com cobertura de goiabada - é só pegar um pedaço farto de goiabada de caixinha e colocar pra derreter com um pouco de água em fogo baixo.
Derrama por cima do bolo que fica liiindo e uma super delícia!




Bolo de Caneca



O legal de aprender a cozinhar é que sempre quando você sente vontade de comer alguma coisa, consegue fazer rapidinho (quando tem todos os ingredientes, óbvio). E o legal de fazer bolo de caneca, é que se você mora sozinho (a) ou não gosta muito de doces, ou por qualquer outro motivo, o bolo sobra na sua casa; com uma receita individual isso não acontece.

Esse bolo eu fiz especialmente pra participar do Concurso de Bolo de Caneca da Dr. Oetker Brasil. A ideia era fazer um bolo de caneca, de qualquer sabor e com qualquer receita. As 300 melhores fotos ganharam um kit. Eu fico super empolgada pra participar de qualquer tipo de concurso e cá pra nós, quem não gosta de ganhar brinde? =)


Fiquei super feliz com o resultado. Primeiro por que adoro cozinhar. Segundo, por que fiz esse bolinho com o maior carinho pro concurso. Terceiro, por que mesmo sem divulgar a receita no concurso, eu tive o orgulho de dizer pros amigos que ganhei um brinde num concurso de culinária com uma receita vegana. 


Bom, o bolo é de baunilha é receita da Chubby Vegan. A calda, eu fiz com a dica maravilhosa da Calda de Chocolate do pessoal do Vegcomeoque. A receita dos cupcakes dá de duas a três canecas, a depender do tamanho.


Meu brinde foi uma caneca linda e quatro pacotinhos de massa pronta pra fazer Bolo de Caneca de vários sabores. Um luxo da modernidade que eu compartilhei com amigos, já que a massa tinha clara de ovo. E mesmo não aproveitando 100% meu "prêmio", fiquei muito feliz de poder divulgar essa culinária ética e cheia de saúde. =)





quinta-feira, outubro 04, 2012

O que comer?

Estou me propondo a ser mais atuante no blog. Espero conseguir! =D

Então vamos lá, sempre me perguntam o que eu como, o que sobra quando se tira as carnes, os lácteos e derivados do cardápio e como eu consigo viver com isso.

Vou falar mais ou menos o que eu como no dia-a-dia em casa, e aí essa pergunta será respondida com detalhes. No entanto, não estou propondo nenhuma dieta e não tenho formação em nutrição.

Não é difícil eliminar os produtos animais do cardápio. Brasileiro dá "jeitinho" em tudo, não é assim? Não seria diferente com a comida.

Café da manhã
Essa é a hora do dia em que nós devemos recarregar as energias. Portanto, é fundamental se alimentar bem. Estas são algumas opções de café da manhã num cardápio vegano:
- pães sem leite - pode ser cru acompanhado de geleias de frutas, margarina vegetal ou manteiga de amendoim sem mel. Ou pode ser torrado com azeite ou margarina.
- café
- leites vegetais
- sucos
- iogurtes de soja
- mingau de aveia
- biscoitos sem leite/ovos
- frutas

Lanche
tanto no lanche da manhã como da tarde é possível incluir:
frutas, biscoitos, castanhas, amendoim, nozes, passas, ameixas, bolos, salgados, suco, etc.

Almoço
- saladas variadas - claro que não dá pra comer todo dia a mesma salada, nem todo dia comer todos os tipos de legumes e verduras. Então eu escolho. Na hora de fazer a feira, dá pra comprar um pouco de cada coisa. E aí, no almoço, você pode fazer uma salada com três ou quatro tipos de legumes/verduras diferentes. Dá aquela temperada com sal, azeite e pimenta e fica delícia! Nesse momento também costumo incluir na salada um colher de chia ou linhaça em grãos.
- arroz
- feijão
- macarrão sem ovos
- soja - com esse coringa você vai do simples refogado ou strogonoff e à lasanha!
- tofu
- cogumelos
- gluten (para quem não é alérgico)
-sucos

Jantar
Aqui dá pra repetir o algo que se comeu no almoço (arroz com salada e soja, panqueca, macarronada, só a salada com pão) ou, se você mora numa cidade como a minha e tem horror de comer no jantar o que comeu no almoço - feito eu - pode comer:
- cuzcuz
- inhame
- macaxeira
- batata doce
- sopas (das mais variadas, de legumes, de tomate, de batatinha, caldo verde...)
- pão
- frutas
- pizza
- yakissoba..

Imagem de Souservivo.com.br

Pois é, vegetariano só passa fome se quiser ou não tiver coragem nem criatividade. =)

Quem não sabe cozinhar, aprende. Simples assim.
Abaixo alguns sites com receitas maravilhosas, mtas das quais eu já provei e aprovei:

www.chubbyvegan.net
www.vegetarianocomeoque.com.br
www.menuvegano.com
www.vegato.blogspot.com










quinta-feira, março 29, 2012

Macarrão ao molho de maçã

Essa receita é do meu noivo.. E tudo começou com um "será que dá certo?!"

Mas... E não é que deu muiiiito certo? =D



Primeiro, refogue uma cebola cortada em pequenos pedacinhos no azeite, bem rápido, só pra dar uma amolecida mesmo. Depois adicione um tomate meio verde, também em pedacinhos. Daí você coloca um sachê de caldo de legumes, alho frito a gosto e duas colheres de shoyo. Adicione 150ml de leite de soja e meia maçã vermelha cortada primeiro em fatias finas e depois em pedacinhos. Deixe um ou dois minutos e adicione orégano a gosto. Se quiser, pode regar com um pouco mais de azeite.

Super jantar, nem precisa de mais nada. =)

Quer aprender a temperar uma salsicha de soja?

Quem é vegano sabe. De vez em quando rola uma vontade de junk food que vou te contar... E o difícil nessa hora, é encontrar um restaurante que prepare algum prato sem ingredientes de origem animal. E aí eu me pego pensando, como é fácil comer em casa!

A Superbom tem uma linha de produtos com soja, e entre eles, uma salsicha que vem em latas como essa aqui:

Mas você encontra de outras marcas também.

Não gosto de comer ela pura. Mas se você assar com um pouquinho de sal ou fizer o molho que eu vou ensinar abaixo, é tudo de bom. Dá pra comer com pão, no almoço (com arroz, feijão e salada), com macarrão e o que mais sua imaginação criar!

É bastante simples. Corte uma cebola em rodelas e um dente de alho em pedaços pequenos. Refogue isso no azeite de oliva (ou num dia bem junk, coloque azeite de dendê). Depois adicione a salsicha cortada em rodelas ou do modo que preferir e deixe refogando até ela mudar de cor - ficar bem avermelhada. Daí você adiciona duas colheres de molho de tomate, meio copo de água, um sachê de caldo de legumes e um pouco de orégano ou chimichurri.
Deixe a água secar um pouco e pronto pra servir. Se quiser, pode colocar coentro e cebolinha picados.
O meu prato principal do almoço hoje ficou assim:

terça-feira, março 27, 2012

Alfajor vegano

Essa receita eu peguei do Mais Você, da Ana Maria Braga. Mas como fiz algumas alterações pra ficar vegana, vou colocar a receita completa aqui embaixo.

Vale muito a pena fazer. Dá um trabalhinho, só rende seis ou sete alfajor, mas é uma delícia!

Acho que vale a pena assistir ao vídeo da receita, a Ana Maria dá umas dicas ótimas do ponto de cada coisa. Acompanha aí!


Alfajor de chocolate


INGREDIENTES

Massa:
  • 250g de pão preto triturado (passei no processador)
  • 90g de chocolate meio amargo derretido
  • 15g de becel
Recheio:
  • 10ml de água
  • 50g de açúcar
  • 25g de amêndoa sem pele
  • 25g de avelã sem pele
  • 150g de chocolate meio amargo picado
  • 50 ml de creme de leite de soja
  • 300g chocolate meio amargo para banhar
MODO DE PREPARO

Massa
Em uma vasilha, coloque 250g de pão preto triturado, 90g de chocolate meio amargo derretido, 15g de margarina becel e misture para formar uma massa.
Abra a massa entre dois sacos plásticos até uma altura de 0,3 cm e corte discos com um aro de 6,5 cm de diâmetro. Reserve.
Recheio
Em uma panela, coloque 10ml de água, 50g de açúcar e leve ao fogo alto até ferver. Acrescente 25g de amêndoa sem pele, 25g de avelã sem pele e misture bem. Retire a panela do fogo e continue mexendo até que as amêndoas e avelãs fiquem esbranquiçadas.
Leve de volta ao fogo e deixe derreter o açúcar que cristalizou. Quando os frutos secos estiverem cristalizados e começarem a estalar, espalhe-os em uma assadeira untada com óleo e deixe esfriar.
Transfira o crocante obtido para o processador e triture até obter um pó fino. Misture este pó obtido com 150g de chocolate meio amargo picado e derreta-o em banho-maria. Deixe esfriar.
Em uma tigela, junte o chocolate derretido com 50ml de creme de leite de soja. Reserve.
Montagem
Pegue um disco de massa, coloque 1 colher (sopa cheia) da mousse, e tampe com outro disco de massa. Leve à geladeira para firmar por cerca de 30 minutos.
Banhe os alfajores em chocolate meio amargo derretido, coloque sobre papel manteiga e deixe endurecer. Retire as rebarbas e sirva em seguida.







 Só não olha a bagunça! kkkkkkkkkkk

Dica do Jamie!

Eu adoro assistir programas de culinária. E pesquisar culinária na internet. E cozinhar também...
Meu noivo diz que a gente fala muito em comida... Mas quer coisa tão gostosa?? =P

Bom, dia desses eu estava assistindo o programa do Jamie Oliver - que por acaso era um almoço vegetariano em 30 min =D - e ele deu uma dica super legal pra conservar melhor coentro e cebolinha.
Achei a ideia muito boa e resolvi testar em casa. E não é que é super certo?

Assim que você comprar o coentro e a cebolinha, lave tudo em água corrente e seque. Eu deixei escorrer a água numa peneira e depois sequei melhor com um pano de prato.

Daí você enrola tudo num pedaço de papel manteiga e guarda na geladeira. E só.

Gente, essas fotos aí eu tirei hoje, faz uma semana que o coentro tá na geladeira e olha, verdinho.. Fica meio murchinho, é verdade, mas daquelas folhas pretas nojentas. E o melhor, quando você abre, tá pronto pra usar. =D






Leite condensado caseiro

O único leite condensado vegano que eu conheço aqui em Maceió, é o da Olvebra - de soja. Uso muito por que me dá a sensação de que tem a mesma textura do leite condensado - de vaca. E ainda, o sabor não altera muito. Não comeria ele puro, pois acho muito doce, mas pra fazer brigadeiro, beijinho, pavê, pudim, tá servindo muito bem.

O problema é que o danado custa super caro por aqui. Em alguns supermercados - e olha que é difícil de achar, ele custa quase 7,00. Compare isso com o leite condensado comum. Absurdo.


Daí eu resolvi testar a receita do Vegato e fazer o leite condensado caseiro, com extrato de soja. Ficou bom, e a textura bem parecida com o do supermercado. Só que.. Eu também não comeria ele puro.



Daí fiz brigadeiro =)

E ficou mto gostoso, com uma consistência bem mais durinha.

quinta-feira, março 01, 2012

Bruschetta deliciosa

Gente, essa é uma receita que ninguém pode deixar de fazer. É simplesmente uma delícia!

Eu peguei a receita de queijo nesse site aqui. É bem simples. Depois fiz as torradas com pão francês, salpiquei azeite, coloquei um pedacinho de tomate em cima, coloquei o queijo bem esfarelado e orégano.

Uns dez minutos no forno alta e tá aí um dos melhores lanches que você já comeu. =D

Queijo firme

3 colheres (sopa) de purê de mandioquinha
1 xícara de polvilho doce
1/2 xícara de polvilho azedo
3 colheres (sopa) de azeite
1 colher (café) sal
1 colher (sobremesa) de levedo de cerveja

Junte todos os ingredientes. Amasse com as pontas dos dedos até formar uma massa homogênia. Coloque a massa num recepiente do formato que desejar (redondo, oval) untado com oleo. Leve a geladeira por mais ou menos 2 horas. Na hora de consumir, corte as fatias e leve a uma frigideira anti aderente para dourar e cozinhar os polvilhos. Pode deixar esfriar e ralar sobre massas.



quinta-feira, fevereiro 02, 2012

Macarronada rápida

As vezes dá aquela vontade de comer macarrão, mas o tempo não deixa esperar né? Essa receita não demorou 30 minutos pra ficar pronta e é uma proeza do meu noivo, que além de preparar coisas deliciosas ainda corta as verduras nesse tamanho aí (eu não consigo! kkkkkkkk)

Pra fazer é bastante simples. Faça o macarrão normalmente - a dica que ele me deu é só colocar o macarrão depois que a água estiver fervendo, daí pra cozinhar é 15 minutos.

Escorra e lave em água fria.

Enquanto o macarrão cozinha você refoga no azeite alho, cebola e depois adiciona tomate e temperos (aqui nós usamos sal, cominho, orégano e um pouco de shoyo). Depois é só adicionar o molho de tomate e deixar apurar um pouco. Dá pra colocar milho verde, azeitona e tudo mais que sua criatividade deixar =)

sábado, janeiro 07, 2012

Pirão de legumes?

Minha mãe fez essa receita num domingo e realizou uma das minhas maiores vontades: comer pirão. A receita é dela, e eu posto aqui pra vocês por que é uma delícia!

Ingredientes:
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
1 pitada de cominho
1 colher de shoyo
1 envelope de caldo de legumes
1 colher de azeite
1 colher de becel
1 cenora picada
1 tomate picado
1/2 pimentão verde picado
coentro e cebolinha a gosto
1 copo ou duas xícaras de farinha de mandioca

Refogue a cebola e o alho com os temperos, adicione os outros ingredientes e cozinhe em 2 litros de água. Quando a cenoura estiver cozida e água diminuido um pouco. Molhe a farinha de mandioca e vá colocando dentro do caldo aos poucos e mexendo sempre pra não "engrolar". Coloque a farinha aos poucos, vendo o sempre o ponto, pra não ficar dura a massa.

Sirva quente com arroz e legumes cozidos.


Café da manhã mode on

Esse é um daqueles dias em que você acorda inspirada... rsrs
Cuzcuz, tofuegg, torradas e café.
É ou não um café da manhã requintado??
Vale também fazer a receita e guardar na geladeira pra comer com pão, arroz, batatas...

Receita de Tofuegg

ingredientes:

1 1/2 de tofu caseiro
1 cebola picada
2 tomates picados
1/2 pimentão verde picado
sal
cominho
cúrcuma
coentro e cebolinha a gosto

Amasse o tofu e reserve. Refogue a cebola no azeite até ela ficar bem amarelinha - fique mexendo pra não queimar. Adicione o tomate e o pimentão e refogue por mais um minuto. Coloque o tofu e vá adicionando todos os tempeiros. Quando estiver bem incorporado, apague o fogo e coloque o coentro e a cebolinha.

Você aprende a fazer tofu aqui.

Lanchinhos veganos made at home


Hoje eu queria falar de lanches. Essa semana me perguntaram o que comer nos intervalos entre as refeições que fosse fácil, prático e barato de fazer.

Bom, não há nada melhor e mais óbvio que as frutas. Isso tem nem o que explicar. Frutas são fontes de vitaminas e uma delícia para aquele momento em que a fome bate e ainda falta um tempo para as refeições principais. Maçã, banana, laranja, ameixa, cereja, pêra e uvas são ótimas para levar ao trabalho ou colocar na bolsa numa saidinha rápida.

 Linda né? Delícia!

Um outro exemplo de lanche rápido em banana com glucose de milho. Todo mundo deve ter comido isso na infância mas o lanche continua tão delicioso quanto naquela época, aposto. Colocar aveia nessa mistura também é interessante. Com a aveia também se faz um lanche rápido e nutritivo: mingau de aveia. E não, não é comida de criança. A aveia é fonte de fibras e faz muito bem na regulação do intestino.

Também faz muito sucesso os pequenos e apetitosos caupackes. Claro que essa opção não é assim tão rápida de fazer, mas é rápida e dura uns dias. Você pode fazer no domingo e terá lanche a semana toda - isso se você não aguentar e comer tudo antes. Esses cupcakes eu aprendi a fazer aqui. Usei as receitas de chocolate e de baunilha. Não deu tempo de fazer a cobertura, eu fiz esses pro natal, à tarde, já perto da ceia e com toda a correria. Mas ficaram super deliciosos.
















  
Essa margarina é de azeite e ervas, e eu aprendi a fazer aqui



Outra ideia é fazer uma vitamina com mamão, banana, ou alguma outra fruta que você goste. Eu faço com leite de soja já adoçado, mas você pode usar o leite em pó ou o extrato de soja e adicionar açúcar ou adoçante. Um pão assado ou uma bolacha com margarina vegetal completam esse momento. .
 

Pra fazer de vez em quando, na hora que bater uma vontade de comer uma coisinha mais calórica e menos saudável, tem os famosos torteletes. Esses são numa versão vegana, usando a massa básica da Chubby Vegan e leite condensado de soja no recheio. A dica que eu dou é tomar cuidado e colocar pouco leite condensado. Eu não sabia que ele fervia e esborrava todo da forminha. Foi uma bagunça, mas o resultado não deixou de ser bom. Muito bom.