Google+ Followers

domingo, novembro 17, 2013

Delicia de abacaxi vegana

Sabe uma receita que lembra a infância? Pois é, essa pra mim é uma dessas. Minha mãe sempre fazia e a gente ficava contando os minutos no congelador pra poder saborear.

O negócio é, faz tempo que eu penso em fazer uma versão vegana, mas só hoje tive coragem de tentar. Posso dizer que deu super certo e lembrou bastante a aparência e o gosto da que minha mãe fazia.

O legal é que eu consegui fazer um doce muito parecido ao original, usando menos ingredientes e nada de origem animal.

Quer a receita? Lá vai...




Delícia de Abacaxi

Ingredientes:
Camada 1
1 abacaxi médio
4 colheres de sopa de açúcar

Camada 2
1 lata de leite condesado de soja
2 colheres de sopa de creme vegetal

Camada 3
1 caixinha de creme de soja
3 colheres de sopa de açúcar
gotinhas de limão


Modo de preparo:

Em uma panela coloque o abacaxi picadinho e o açúcar. Deixe cozinhando até os pedaços começarem a querer desmanchar. Mexa de vez em quando, vai juntar muita água, se achar que está demais, deixe a panela destampada para a água evaporar.

Em outra panela coloque o leite condensado e o creme vegetal e mexa até chegar ao ponto de brigadeiro mole. Demora uns vinte minutos.

Coloque o creme de soja e o açúcar na batedeira e bata por uns três minutos. Adicione as gotinhas de limão e bata mais uns dois minutos.

Pronto! Agora é só colocar numa travessa de vidro, uma camada com o abacaxi, uma com o leite condensado e outra com o creme de soja.

Deixe no congelador por uma ou duas horas antes de servir.

quarta-feira, novembro 13, 2013

Yamasterol: o creme da vovó que tá fazendo a cabeça das cacheadas modernas!

Se você nunca ouviu falar dele, certamente tem o cabelo ou é muito novinha. Sim, por que o Yamasterol é um creme multifuncional bem antigo. Ele serve para hidratar o cabelo, usar como condicionador e até como creme de pentear. Três produtos em um e ainda é vegano. Não é uma maravilha?

Vamos conhecer um pouquinho sobre ele então?

Até hoje eu só usei o amarelo - que é o creme multifuncional Yamasterol® Babosa e D-Pantenol. Já li em muitos sites de cosméticos que a Yamasterol não realiza testes em animais, e está na lista da PEA (Projeto Esperança Animal). Também não possui ingredientes de origem animal e você encontra aqui em Maceió facinho na Casa Vieira ou Casa Léa por um preço que varia entre R$ 3,50 e R$5,00.

Ele é rico em Pantenol ou vitamina B5, responsável por fazer maravilhas na nossa pele, unhas e cabelos. Mais especificamente nos cabelos, ela hidrata, diminui as pontas duplas e o frizz e dá brilho. Tudo o que as cacheadas querem, é ou não é? 

Você pode usar ele sozinho ou misturado a algum creme ou máscara. É muito bom no cronograma capilar na fase de hidratação.

Já usei ele sozinho como condicionador, fazendo co-wash (lavagem do cabelo só com condicionador) e junto com as máscaras de hidratação - inclusive uma vez misturei ele com o condicionador da DEVA e o resultado foi pura maciez. Eu não fico sem o meu e acho que se você é cacheada deveria experimentar.

obs. Faço as resenhas de produtos e lojas apenas como uma dica para quem (como eu) fica "caçando" produtos veganos na cidade. Não ganho pela propaganda. =)


segunda-feira, novembro 04, 2013

Café São Braz


Aberta desde fevereiro desse ano, a cafeteria São Braz - na Ponta Verde e no Maceió Shopping - é uma das poucas cafeterias em Maceió que oferecem opções veganas no cardápio. Não que isso seja declarado, nem que as opções sejam muitas ou variadas, mas pra quem curte um cafezinho expresso com tapioca ou cuscuz, é sempre uma boa pedida. As opções de bebidas, além do café expresso comum, incluem um café romano com raspas de limão, chás e sucos. Para acompanhar, tapioca tradicional com ou sem coco e cuscuz com leite de coco, que pode ser doce ou salgado e é simplesmente uma delícia. 
foto do blog http://www.acozinhadacacau.com.br/
foto do blog http://www.acozinhadacacau.com.br/
O ponto negativo de lá é que nas duas vezes em que perguntei aos garçons, eles me afirmaram que não fazem modificações nos pratos. O que limita muito um vegano que queira comer uma tapioca com banana, por exemplo. Eles simplesmente não fazem. O preço também não é dos mais baratos, mas é uma boa pedida pra aquele dia em que você está na rua e não sabe o que comer. Pra quem quer tentar fazer em casa, segue uma receita supimpa!


CUSCUZ DE MILHO COM LEITE DE COCO
Ingredientes
1 coco seco ralado 1 xícara de cuscuz (flocão) 1/2 xícara de água 1 pitada de sal
Modo de preparo
Rale o coco, coloque no liquidificador com um pouco de água morna, bata para extrair o leite e reserve. Numa vasilha coloque o cuscuz, tempere com o sal, acrescente a água, e misture com a mão até que o cuscuz esteja bem molhado. Deixe descansando e enquanto isso coloque água para ferver na cuscuzeira. Assim que começar a ferver, dê mais uma misturada na massa que estava descansando e coloque-a na cuscuzeira sem amassar. Deixe tampado no fogo por 7 minutos. Desligue, coloque num prato onde vai servir, e regue com o leite de coco.



Testes em animais

Desde que comecei a fazer esse blog, imaginava que fosse um espaço onde eu além de colocar minhas receitas e dar sugestões de lugares bacanas (ou não) para um vegetariano comer aqui na cidade, eu pudesse dar minha opinião sobre algumas coisas que são notícia no momento.

Claro que a vida vai nos desviando de alguns objetivos, mas eu hoje estou me propondo a escrever semanalmente e pelo menos uma vez por mês colocar minha opinião e abrir espaço para debate. Para fins de registro, deixo aqui minhas considerações publicadas em uma rede social, sobre os testes em animais.

"Claro que a polêmica com os beagles não vai resolver nem acabar com os testes em animais, mas talvez tenha feito muita gente pensar mais sobre o assunto. Concordo que a humanidade avançou muito por conta da vivissecção. Mas a que preço? Será que não estamos passando por cima da ética e nos sentindo melhores e superiores e por isso matar, torturar e escravizar animais é aceitável porque não é nossa espécie? Até quando vamos aceitar que uma reação de um rato a determinado fármaco será a mesma no homem? E com toda a tecnologia, até quando vamos dizer que esses testes arcaicos são mais eficazes que as simulações em computador? Pode até ser que há alguns anos não houvessem alternativas, mas se hoje tem, porque insistimos nisso? Será que é porque é mais barato? E se for, vale mesmo a pena? Talvez sem a vivissecção demoraríamos um pouco mais a avançar (talvez), mas com certeza teríamos feito menos mal ao mundo".

Em 20-10-2013.

terça-feira, agosto 13, 2013

Patê de tofu

Já que você já sabe fazer tofu, que tal aprender a fazer coisas super gostosas com ele? =D

Essa receita é tão boa que eu nunca consigo tirar foto pra mostrar, as pessoas comem tudo! Existem muitas na internet, mas essa foi a que eu achei mais simples, prática e acessível.

Ela é uma pequena adaptação da receita do livro "Tofu, sabor e saúde em 56 receitas". O livro é muito bom e eu já fiz muita coisa deliciosa com ele, vale a pena ter em casa.


Tofu - Sabor e saúde em 56 receitas


Patê de tofu com tomate seco

Ingredientes:
- um pedaço grande de tofu
- meia xícara de tomates secos ou mais se você achar necessário

- 1 dente de alho
- sal e pimenta-do-reino a gosto
- azeite o quanto baste

Bata no liquidificador ou no processsador todos os ingredientes. 


#Fácil!




Livro
Autora: Ellen Vitorino
Páginas: 128
Editora Europa


Você pode comprá-lo aqui.

domingo, agosto 04, 2013

Resenha: Kit estimulação capilar - Multivegetal

Olá! Estou de volta e cheia de ideias!

Quero manter uma certa regularidade no blog e manter postagens sobre temas específicos. Hoje, falaremos sobre cosméticos!

Desde que resolvi deixar meus cabelos de forma natural - sem uso de químicas para alisar, comecei a testar alguns produtos e uma vez por semana quero falar um pouco sobre eles aqui. Espero que gostem! =)

O escolhido de hoje é o Kit de Estimulação Capilar da Multivegetal. Essa é uma empresa já bastante conhecida no meio vegetariano/vegano, por que não utiliza produtos de origem animal e nem faz testes em animais - além de dar descontos pelo Clube Vista-se! Uma doçura de empresa!

Já comprei muitos produtos da marca e escolhi esse kit para começar por que ele é bastante diferente do que estamos acostumados (as). Primeiro de tudo, o kit é formado por 2 shampoos e 2 tônicos. Pra galera que utiliza a técnica low/no poo também é indicado por que não utiliza sulfatos.

Eu colei abaixo a descrição do site da empresa, do que se espera do produto.

Eu comecei usando o shampoo de ervas estimulantes - oleosidade excessiva. Tem um forte cheiro de ervas e faz bastante espuma. A sensação que dá é de uma "limpeza verde". Ele tem Jaborandi, Murta e Babosa, conhecidos estimulantes do crescimento e fortalecimento capilar. Deixei uns minutos no cabelo, tirei e apliquei a máscara de hidratação do dia. (Pra quem não conhece, leia aqui sobre cronograma capilar. Eu lavo o cabelo 3x por semana e sempre nos dias de tratamento). Em seguida, retirei a máscara, passei um condicionador - estou usando esse aqui, e depois de desembaraçar, apliquei os dois tônicos no couro cabeludo.

O que percebi logo de cara é que o cabelo fica macio e fácil de pentear ainda quando o shampoo está no cabelo. Não fica com cheiro forte e o resultado final foi um cabelo bem sedoso e cheio de brilho.

No próximo dia de lavar, eu usei o shampoo suavização e estimulação capilar. Esse, além do Jaborandi e da Babosa, tem nos ativos Arnica e Mutamba. Eu li na internet que a arnica é um anti-inflamatório, que ajuda no crescimento capilar e no combate à acne. A mutamba, fortalece, hidrata, protege dos raios solares e ainda ajuda no crescimento. 

Não sei se foi a quantidade que eu usei, ou o tempo que o shampoo ficou no cabelo, mas percebi que logo de início, quando usava o shampoo suavização, no outro dia apareciam espinhas no couro cabeludo. Comecei a usar menos produto e a espaçar mais o uso e o problema desapareceu. Eu comecei lavando 3 vezes por semana alternando os shampoos. Hoje faço a primeira lavagem da semana com o shampoo oleosidade, a segunda lavagem com o shampoo suavização e a terceira lavagem com Deva ou o shampoo para cabelos escuros, também da Multivegetal. Apesar do meu cabelo cacheado ser naturalmente seco, meu couro cabeludo é um pouco oleoso, então é possível que o aparecimento das espinhas se dê por conta da quantidade de shampoo.

Depois de usar o segundo shampoo, eu faço o tratamento do dia normalmente, aplico o condicionador e depois os dois tônicos, igual ao uso do primeiro shampoo. Os tônicos contêm além dos ativos dos shampoos, mais algumas ervas conhecidas por estimular e fortalecer os fios.

Tenho muitos elogios para fazer a linha, principalmente por que deixa o cabelo bastante sedoso. Eu tinha um grande problema no day-after, meu cabelo acordava totalmente com os cachos amassados. Depois do uso do kit percebo que ele amanhece mais definido, e eu consigo sair de casa sem ter que lavar ou passar por todo um processo de reativação dos cachos demorado.

Quem quiser conhecer mais, é só dar um passeio pela página da empresa e vai ver que os tratamentos para os cabelos aí são só amor e cuidado. =D 

Vale a pena!




Até mais!

Conjunto formulado com extratos de plantas conhecidas por suas propriedades de estimulação capilar para fortalecer e estimular o crescimento de cabelos fracos e com tendência a queda - Sem sal e sem corantes

Contém:

Limpeza profunda do Couro e Estimulação Capilar:
Shampoo de Ervas Estimulantes - Oleosidade Excessiva - 250ml

       - Jaborandi - Pilocarpus pennatifolius
       - Murta (Quina-quina) - Coutarea hexandra
       - Babosa - Aloe sp.

Suavização e Estimulação Capilar:
Shampoo de Ervas Estimulantes - Suavizante - 250ml

       - Jaborandi - Pilocarpus pennatifolius
       - Arnica - Arnica montana
       - Mutamba - Guazuma ulmiffolia
       - Babosa - Aloe sp.
Nutrição, Fortalecimento e Estimulação de fios e raízes fracos:
Tônico Capilar Super MV Plus - 60ml

       - Alecrim - Rosmarinus officinalis
       - Arnica - Arnica montana
       - Arnica da Mata - Solidago sp.
       - Bardana - Arctium lappa
       - Ginkgo - Ginkgo biloba
       - Ginseng - Panax ginseng
       - Jaborandi - Pilocarpus pennatifolius
       - Juazeiro - Ziziphus joazeiro
       - Marapuama - Ptychopetalum olacoides
       - Mutamba - Guazuma ulmiffolia

Restaura maciêz dos fios e nutre a raiz:
Restaurador Capilar Super M - 60ml

       - Alecrim - Rosmarinus officinalis
       - Jaborandi - Pilocarpus pennatifolius
       - Arnica da Mata - Solidago sp.


O Kit custa R$ 99,90 no site. Desconto de 15% pelo Vista-se.


obs. Faço as resenhas de produtos e lojas apenas como uma dica para quem (como eu) fica "caçando" produtos veganos na cidade. Não ganho pela propaganda. =)

domingo, março 10, 2013

Tofu: como fazer? Tutorial!

Vamo aprender a fazer tofu? Essa é uma postagem que eu sempre quis fazer, por que todo mundo que me conhece pergunta como eu faço o famoso "queijo de soja" em casa. As vezes, quando estou com preguiça, compro em supermercado (aqui em Maceió você encontra na Gardênia - mas tem que encomendar; no Extra e no Palato - em alguns dias da semana).

Comprar no supermercado é muito mais caro. Vende-se o tofu por aqui entre R$ 15,00 e R$ 75,00 o quilo. E fazendo em casa, você não gasta mais que R$ 10,00 e um pouco de tempo na cozinha. Tempo esse que você pode encarar como uma meditação culinária. =)

Bom, o tofu é um preparado bastante versátil. Com ele você faz tanto receitas doces quanto salgadas, pois ele puro não tem sabor e vai "pegando" o gosto dos temperos que você colocar. Como eu ACABEI DE DIZER, o tofu não tem gosto. Por isso, não adianta fazer a receita que está aqui abaixo e depois vir me dizer que "não gostei do tofu". Beleza? Primeiro você faz algumas receitas e depois me conta o que achou.
;-)

Vamos nessa!

A primeira coisa que você precisa fazer é comprar um pacotinho de 500g de soja em grãos. Gosto muito de comprar da marca Jasmine, que é orgânica, não transgênica. Coloque a soja de molho num recipiente com água até cobrir e deixe descansando por 9 horas. O bom é fazer isso a noite e deixar o preparo do tofu para o outro dia cedinho.


Depois dessas horas todas, os grãos vão crescer bem. Aí é só lavar e colocar no liquidificador um copo de grãos e 3 copos de água - essa água pode ser da torneira, já que o líquido vai ferver. O resultado disso você passa numa peneira fina já na panela que vai pro fogo. Tem que ser uma panela/caldeirão grande, ou você vai precisar de várias. Nas fotos a seguir, eu fiz 2 quilos de soja em grão, por isso usei tantas panelas.


Vá batendo os grãos com a água nessa proporção 1 para 3 até acabar todos os grãos. Aí você pega a panela e deixa em fogo baixo, mexendo de vez em quando e tirando a espuma com uma escumadeira. Assim que ferver, desligue o fogo. Tem que ter cuidado nessa hora, por que a soja faz igual ao leite de vaca, ela sobe. Então, desligue assim que ferver. 
Abaixo é o resíduo de soja - okará, que fica na peneira depois de você tirar o leite de soja que foi ferver. Com ele dá pra fazer muitas receitas também.


Depois que o leite ferveu, você pega uns três limões de tamanho médio e espreme todo o suco. Vá adicionando esse suco no leite ainda quente, mexendo um pouco. Deixe descansando até esfriar. Nesse ponto, se você quiser, pode colocar sal e temperos a vontade. Não gosto de fazer isso por que se quiser fazer uma receita depois, já era... Mas se sua intenção é fazer só salgados, pode ser uma boa pra fazer o tofu já ir absorvendo os temperos.





Quando esfriar, pegue numa vasilha do tamanho que você quer que fique o tofu, e coloque um pano de prato bem limpo em cima. Embaixo é bom colocar uma panela pra ir aparando a água que vai sair. Vá colocando o conteúdo da panela aos poucos, por que ela vai demorar um pouco para separar o tofu da água. A medida que o líquido for descendo, você vai colocando mais.


Deixei escorrer bem.



 Quando chegar nesse ponto abaixo, feche o pano em cima do tofu, cobrindo bem, e coloque alguma coisa pesada em cima (uma panela, pratos, quilos de feijão/arroz). Quanto mais você espremer, mais firme ficará o tofu. Se quiser ele mais "soft", esprema menos. (óbvio, rs).


Você pode deixar ele com o peso em cima por umas duas horas na geladeira. Depois é só tirar o pano e colocar no depósito. O resultado está aí abaixo. Deixe o tofu guardado em geladeira por até uma semana. Eu costumo fazer o tofu no fim de semana, e ir comendo durante a semana, levar para almoçar no trabalho é uma ótima opção, mas esse é o tipo de ingrediente que vai bem em qualquer refeição. =) (desculpa a rima.. rs)



É isso. Vou tentar postar algumas receitas com tofu, mas é a coisa mais fácil de se achar na internet. =)
Aproveite!

segunda-feira, março 04, 2013

Pele em dia! Feito Brasil, minha descoberta de 2012

Todo mundo sabe que em Maceió temos pouquíssimas opções de compras quando se fala em cosméticos veganos. Essa luta para encontrar maquiagem, cremes e afins toma bastante tempo em pesquisas e mensagens para Serviços de Atendimento ao Consumidor.

Mas uma coisa que tem me poupado bastante tempo, é seguir algumas dicas do Vista-se e fazer compras pela internet.

Uma que me deu bastante alegria em 2012 foi a compra da Coleção Segredos de Camarim, da Feito Brasil. Os cosméticos da Feito Brasil são artesanais, naturais e sustentáveis. São veganos, criativos, e apesar do preço um pouco alto, valem muito a pena por que são bastante econômicos. 


Segredos de Camarim é um banho de limpeza, perfume e hidratação para o rosto. É aquele momento da semana que você tira para cuidar de si e ter o "seu momento".

O kit é composto de Espuma de Limpeza Facial, Gel Esfoliante Facial, Loção Tônica e Demaquilante, Máscara Facial de Argila e Fluido Hidratante Facial. Serve para todos os tipos de pele e não tem corantes, parabenos, nem fragrâncias sintéticas.

O legal também é a criatividade das embalagens e dos rótulos, que são ilustrados com uma homenagem ao teatro. Segundo o site, ilustram as embalagens "Teatro Municipal Amazonas, de Manaus; o Theatro da Paz, em Belém; o Theatro José de Alencar, de Fortaleza; o Theatro Municipal de São Paulo; e Theatro Municipal do Rio de Janeiro, hoje símbolos e representação de uma época através da arte, da expressão de sentimentos, ideias e emoções manifestadas pela literatura, dança ou pintura".

Custa 129,60 e tem frete grátis para encomenda PAC.




obs. Faço as resenhas de produtos e lojas apenas como uma dica para quem (como eu) fica "caçando" produtos veganos na cidade. Não ganho pela propaganda. =)

Natu Charm

Esses dias eu comprei o Kit Argan Natu Charm - linha profissional. Fui, muito pelos comentários do canal de beleza da Rayza Nicácio, e mais ainda, pela resposta do SAC da empresa, que me disse que o kit não é testado em animais e não possui ingredientes de origem animal também.

Quem quiser conferir, a linha tem um cheiro delicioso e deixa o cabelo super macio. Os produtos chegaram super rápido e o pessoal da Aroma Suave Cosméticos, que vende o kit, é bem atencioso, ganhei até brinde. ;)

Um ponto negativo, é que os produtos tem parabenos. 


Mais informações:
Nutrição absoluta com resultado imediato. Ouro do Marrocos.
O que há de melhor para cabelos ressecados, sem brilho, sem nutrição
Recupera os cabelos mais danificados. O Óleo de Argan da Natu Charm irá hidratar seus cabelos deixando os fios reconstruídos, alinhados e sem frizz.

Composição: Cetearyl, Alcohol, BHT, Propylparaben, Paraffinum Liquidum, Methylparaben, Tetrasodium EDTA, Cetrimonium Chloride, Parfum, Argania Spinosa Oil e Aqua.



Resposta do SAC Natu Charm:

Bom dia, Jacqueline! Tudo bem?O Kit Árgan não foi testado em animais, assim como os demais produtos que comercializamos! Todos os nossos testes de segurança e eficácia são realizados em humanos ou em vitro na empresa Allergisa (http://www.allergisa.com.br/port/areas.htm). 

Também nessa linha não há matérias-primas de origem animal. 

A Natu Charm agradece o contato e estamos a disposição. 







obs. Faço as resenhas de produtos e lojas apenas como uma dica para quem (como eu) fica "caçando" produtos veganos na cidade. Não ganho pela propaganda. =)

Pãozinho pro café - parte 2

Esse é um pão que aprendi a fazer com um livro muito legal, mas que infelizmente não é vegano, mas que tem muitas dicas e receitas que dá pra adaptar. O livro é o Festa Vegetariana, da editora Alaúde, e você compra ele aqui.

Bom, lá tem uma receita de pão de linhaça que assim que eu vi me deu vontade de comer.
Houve alguns ajustes, mas o pão é uma delícia. Pode fazer.



Junte numa vasilha




Minha visita à loja Gardênia

http://www.google.com.br/imgres?um=1&hl=pt-PT&sa=N&biw=1440&bih=732&tbm=isch&tbnid=fgC3xMBhcbt5HM:&imgrefurl=http://www.apontador.com.br/local/al/maceio/alimentos/88D9KXLM/lojas_gardenia.html&docid=iK1YhA5Nv9FgtM&imgurl=https://localphoto.s3.amazonaws.com/lojas_gardenia_242984936649732_s.jpg&w=160&h=77&ei=-MI0UdjbAsm50AG6hICAAQ&zoom=1&ved=1t:3588,r:3,s:0,i:89&iact=rc&dur=480&sig=111202385063434407742&page=1&tbnh=61&tbnw=128&start=0&ndsp=20&tx=79&ty=22

Esses dias passeando no Centro de Maceió, vi que a Gardênia fechou a loja ao lado do Quartel da Polícia e abriu uma outra ao lado da Academia Alagoana de Letras, também no Centro. Fica na  R. Mal. Roberto Ferreira, pertinho do Teatro Deodoro.

Bom, eu entrei lá pra comprar umas coisinhas e qual não foi a minha boa surpresa, lá nos fundos da loja tem uma lanchonete com ótimas opções vegetarianas e outras (poucas, mas têm) veganas.

A atendente foi super solícita em responder todas as minhas inúmeras perguntas sobre ingredientes, e até o que ela não sabia foi lá dentro perguntar. 

Enfim, eles têm pizzas de queijo, soja e verduras (a massa não leva ovos nem leite) e dá pra pedir pra eles fazerem sem queijo. Tem também um bolinho tipo de padaria (custa 2,00) e é recheado com frutas cristalizadas. Esse eu provei e é uma delícia. Ela disse que é feito com lecitina de soja, leite de soja, aveia e produtos integrais.

Tem também sanduíches diversos com pasta de creme de soja e sucos feitos na hora.

Vale dar uma passada lá e conferir. O ambiente é bem rústico e agradável. Você também pode comprar lá manteiga de soja e pão integral. 








obs. Faço as resenhas de produtos e lojas apenas como uma dica para quem (como eu) fica "caçando" produtos veganos na cidade. Não ganho pela propaganda. =)

terça-feira, fevereiro 05, 2013

Marmita

Quem leva almoço pro trabalho/faculdade sabe como é, variar o cardápio não é fácil.

Mas eu tenho aqui três dicas legais e que são bem fáceis de fazer. Com o tempo você se acostuma e sua criatividade "aflora". rsrs

Normalmente, eu cozinho feijão e arroz no fim de semana - um no sábado e outro no domingo por que só tem uma panela de pressão em casa. Depois, coloco em depósitos e direto pro congelador. Depois vou descongelando e temperando aos poucos.

O que fica de "trabalho" pra fazer todo dia é a salada e o prato principal. 

Vou tentar postar mais sugestões depois. 

Marmita 1: arroz branco, feijão, macarrão com molho bolonhesa de soja e filé de tofu frito com pouco azeite.



Marmita 2: arroz branco, soja refogada, feijão tropeiro, cenoura refogada, azeitona e tomate.




 Marmita 3: arroz branco, purê de batata com cenoura, feijão, farofa e tofu refogado.


Uma dica para o prato principal  é aproveitar o que sobrou do jantar. O macarrão a bolonhesa, o tofu refogado e a soja podem muito bem ser feitos a mais pro jantar e guardados na geladeira pra você levar no almoço.


Dica! Observatório Gourmet Mexican Food





Fazia tempo que eu queria vir aqui e falar sobre o Observatório, mas entre uma coisa e outra acabei esquecendo um pouco do blog.

Mas, vamos lá!



Antes de ir a algum restaurante/bar/lanchonete aqui em Maceió ou em qualquer lugar, eu costumo perguntar via face ou telefone/email, se eles têm opções veganas e se se importam em fazer - caso não tenham.
Tortilhas

Pois bem. Minha boa surpresa já começou quando entrei em contato com o pessoal de lá via face e eles foram super receptivos. Me falaram quais pratos eram vegetarianos (são dois apenas; os nachos - com queijo cheddar e o fettuccine com o molho a escolha do cliente). 

O fettuccine é servido apenas no almoço. Como eu iria lá à noite, perguntei mais detalhes sobre os nachos. E eles disseram que é uma "massa de trigo com recheio de verduras refogadas com ou sem cheddar, que pode ser trocado pelo molho tex-mex". Fiquei feliz em saber que "aqui damos um jeito para fazer com que vocês saiam contentes e satisfeitos!".

Petisqueira
E lá fomos nós!

Os garçons foram muito gentis e receptivos, um deles até fez sugestões do que poderia ser modificado no cardápio. Escolhemos a Petisqueira Observatório, com Tortillas chips acompanhadas de quatro molhos. A nosso pedido veio guacamole, vinagrete, chilli e o tex-mex sem carne.

Tudo uma delícia e ao som de boas bandas que sempre estão por lá.

Recomendo super!



As fotos foram tiradas do face do bar e o endereço de lá é:
Av. Amélia Rosa - 930 , JatiucaMaceióBR.3022-1622









obs. Faço as resenhas de produtos e lojas apenas como uma dica para quem (como eu) fica "caçando" produtos veganos na cidade. Não ganho pela propaganda. =)

quinta-feira, janeiro 31, 2013

Cabelos nutridos naturalmente

Nessa minha busca por tratar melhor dos meu cachos tenho descoberto verdadeiras relíquias no Youtube. Canais só sobre cabelos cacheados, dicas bem interessantes e que realmente dão certo. Uma das minhas preocupações, além da hidratação dos fios, é tratar o cabelo com produtos veganos.

Logo que iniciei a jornada no Vegetarianismo, era bastante difícil encontrar cosméticos veganos em Maceió. Cheguei a comprar algumas coisas em sites internacionais mas acabava me decepcionando com os valores. Hoje está tudo muito mais fácil. Na Casa Vieira e na Casa Léa, por exemplo, você encontra produtos da Granado, Phitoervas, Acquaflora, dentre outros. Isso só pra citar lojas mais populares, mas é fácil encontrar esses produtos na Alethia e no Palato também. 

Só que hoje a minha dica, além de vegana, é bem natural e barata. São três formas de hidratar/nutrir o cabelo e que dão certo - eu já testei mais de uma vez. Pode ser usada em qualquer tipo de cabelo que esteja seco; e funciona perfeitamente bem principalmente em cabelos cacheados e crespos. Então anota aí!
Fonte: Boneca


- Umectação com óleo de coco
Essa dica eu vi aqui e aqui. Tem o vídeo pra mostrar direitinho como faz e é bem fácil. Funciona como um pré-shampoo e serve para que na hora de lavar, o shampoo não leve embora toda a oleosidade do seu cabelo - se você tiver cabelo cacheado sabe bem do que eu tô falando. Meu cabelo ficou soltinho, com cachos bem definidos e com o volume certo.

- Hidratação com amido de milho
Pois é, quando li sobre isso aqui achei que estavam brincando comigo. Mas resolvi fazer e o resultado foi ótimo! O cabelo ficou super hidratado e já na primeira vez senti um bom resultado. No meu caso, eu faço a papinha de amigo só com água (uma colher pra uma xícara de água) e vou mexendo até engrossar. Rapidamente misturo (após desligar o fogo, claro) a uma mistura feita previamente - uma ou duas colheres de qualquer creme de hidratação que eu esteja usando no momento, uma colher de açúcar cristal e algum óleo extravirgem. 30 minutinhos na touca térmica e seu cabelo agradece.

Meus cachinhos
- Revitalização com gel de linhaça
Quem usa gel - mesmo sem álcool - percebe como ele resseca o cabelo. Pois aí vai uma dica - e essa é perfeita para as cacheadas - que acordam com o cabelo meio "assustado" e precisam arrumar ele pra sair pro trabalho/escola mas não estão com tempo/vontade de lavar. Posso dizer que esse é o mais mais novo coringa e que eu tenho sempre um pouco na minha geladeira esperando para ser usado. Aprenda a fazer gel de linhaça aqui e aqui. No meu caso - nunca passei no cabelo molhado - uso o gel quando acordo e ele remodela os cachos de forma mágica! O cabelo fica hidratado e sem frizz.