Google+ Followers

segunda-feira, junho 09, 2014

Beleza e cosméticos, como cuidar da pele e cabelos na gestação?

As mudanças no corpo são as coisas mais visíveis numa grávida. Além do volume na barriga que cresce a cada dia, algumas mulheres sentem o aparecimento de estrias, flacidez, espinhas, ressecamento da pele, manchas no rosto... Não sou vaidosa demais, mas vamos considerar que ninguém quer passar pela gestação ganhando esses presentinhos, não é mesmo?
    E aí surge o dilema. Muitos dos cosméticos existentes no mercado hoje possuem substâncias agressivas que podem passar através da pele para o bebê, provocando má formações. A notícia boa é que a maioria dessas substâncias não estão presentes em cosméticos veganos. Hoje é perfeitamente tranquilo encontrar cosméticos, maquiagem e até tinturas de cabelo que não possuem ureia, chumbo, cânfora, amônia e compostos que causam alergias.

Pele.
                 

    A maior preocupação que eu tive com a pele, foi a de encontrar produtos sem ureia. A substância é encontrada em quase todos os hidratantes, principalmente os próprios para pele seca (e a minha está extra-hiper-ultra seca desde que engravidei). Acredito que hidratante vegano, por si só já não tem essa substância, pois a ureia vem da urina e outros fluidos animais – até onde pesquisei, não achei ureia vegetal.
    Ela também é conhecida por ácido úrico, e está presente nos hidratantes, cremes dentais, desodorantes e outros produtos para pele. Para o ressecamento que falei, eu tenho usado as pomadas hidratantes da Granado, que são perfeitas, principalmente para mãos, cotovelos, joelhos e pés; que são as regiões mais ressecadas.
  Hidratantes próprios para grávidas também costumam não ter essa substância, mas sempre é bom checar. Pra mim, o mais prático na hora de hidratar a pele e evitar estrias, é o velho óleo de amêndoas, que deve ser comprado o mais puro possível, sem parabenos, parafinas e um monte de coisa artificial que não fazem bem algum para pele. Também usei os cremes da Mustella, que segundo alguns sites, também é vegano.
    O detalhe é que estrias podem aparecer mesmo que você tome banho numa piscina de cremes, basta que você tenha predisposição para isso. Então não estresse, use os cremes, cuide de você mesma e se elas aparecerem, paciência.
     Procure também sabonetes a base de glicerina vegetal, ou outras bases que não a animal. Creme dental vegano só conheço um aqui no Brasil, mas ele é um pouco difícil de achar na minha cidade. Então enquanto posso, vou usando meu estoque de Contente e rezando pra ele só acabar quando eu encontrar de novo por aqui. Desodorante não é tão difícil de achar então vou poupar as marcas. Mais uma vez, procure algum sem ureia.

Cabelos.



    Antes de engravidar eu comecei a me preocupar mais com os cremes e shampoos que usava no cabelo. Parei com alisamentos há quase dois anos, mas ainda pinto pois tenho muitos fios brancos. Como a maioria de vocês deve saber, não se recomenda tintura ou alisamentos para grávidas, pelo menos no primeiro trimestre. Meu médico liberou a tintura no segundo trimestre, desde que não tivesse chumbo ou amônia, mas se aguentei até agora, não custa esperar mais um pouquinho, não é?
   Eu já mantinha uma rotina de cuidados com o cabelo que priorizava shampoos sem sulfato e condicionadores, cremes de pentear e máscaras de hidratação sem silicones, parafina ou algum produto de origem animal, como queratina, leite, ceraminas, etc.
   Se você procurar marcas veganas, como a Surya, Multivegetal ou a Phytoervas, por exemplo, não vai perder tanto tempo lendo rótulos, fica mais fácil. O único trabalho vai ser encontrar dentro dessas marcas, caso você queira cuidar do seu cabelo da forma mais natural possível, os produtos que não possuem sulfatos e parafina.

Unhas.



            
    Para evitar o risco de contaminação, desde que engravidei eu passei a usar meu próprio kit de unhas e a na maior parte das vezes, a fazer as unhas em casa. Os esmaltes veganos que conheço são os da Impala, então sempre compro deles e possuem grande variedade de cores. A Granado também possui uma cera nutritiva para cutículas, que ajuda bastante a melhorar o aspecto das unhas, daí você nem precisa tanto do alicate.


Post também publicado no blog http://superveggs.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário